DELUBIO

Blog da Paraíba e Nordeste, futebol ao vivo, jogos, Copa do Nordeste

Após incidente no fim de semana, TCE irá inspecionar Arco Metropolitano de Campina Grande

TCE irá inspecionar obra do Arco Metropolitano de Campina Grande. (Foto: Divulgação / TCE)

Após o desmoronamento em um dos muros de contenção do Arco Metropolitano de Campina Grande, no fim de semana, uma equipe de auditores do Tribunal de Contas do Estado realizará uma inspeção de urgência na obra.

A iniciativa foi motivada após o conselheiro Fábio Nogueira apontar problemas na condição da obra. De acordo com Fábio, apesar do pouco tempo de uso, o Arco “já apresenta buracos no asfalto e o talude de um pequeno viaduto está desmoronando.”

O conselheiro também exige que o Governo do Estado, que financiou a construção do Arco Metropolitano, responsabilize a empresa pela execução inadequada dos serviços.

A obra é inegavelmente benéfica não só apenas para os motoristas que se dirigem ao Brejo e Curimataú, mas também para a mobilidade urbana de Campina Grande, já que liga diretamente as rodovias BR-230, BR-104 e a PB-095.

O Arco Metropolitano custou R$48 milhões em recursos próprios do Governo do Estado e foi entregue no fim do ano passado.

Governo promete entregar reparo em até 90 dias

Em entrevista à Rádio CBN na segunda-feira, o secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos da Paraíba, Deusdete Queiroga, garantiu que a empresa Cosampa, realizadora da obra, já foi acionada para iniciar os estudos necessários para a realização do reparo nos muros de contenção do arco.

De acordo com Deusdete, pela obra ainda estar na garantia, “a construtora arcará com todos os gastos do ajuste”, que, segundo o secretário, “deve durar cerca de 60 a 90 dias”.

Texto: Pedro Pereira