DELUBIO

Blog da Paraíba e Nordeste, futebol ao vivo, jogos, Copa do Nordeste

Noticias

Médicos iniciam atendimento fixo nas equipes do Consultório na Rua

Ampliação da assistência

Médicos iniciam atendimento fixo nas equipes do Consultório na Rua

31/10/2023 | 19:30 | 90

A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), aderiu a um novo modelo de assistência para pessoas em situação de rua. Nesta terça-feira (31), as equipes multiprofissionais do Consultório na Rua, que são compostas por enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional e agente social, passaram a contar também com médicos, que atuarão de maneira fixa na rotina de atendimentos.  

A estratégia do Consultório na Rua foi instituída pela Política Nacional de Atenção Básica, em 2011, com o objetivo de ampliar o acesso da população em situação de rua aos serviços de saúde, ofertando, de maneira mais oportuna, atenção integral à saúde para esse grupo que se encontra em condições de vulnerabilidade e com os vínculos familiares interrompidos ou fragilizados.  

“O Consultório na Rua possui quatro equipes multiprofissionais, que atendem, de maneira dividida, todos os Distritos Sanitários da Capital. Com o novo modelo de atendimento, o serviço passa a ser modalidade III. Desde que o serviço foi iniciado em João Pessoa, em 2011, estava na categoria de assistência II, onde a assistência médica era prestada por médicos residentes, que realizam estágio no serviço, agora, teremos médicos fixos no serviço, incluídos na nossa rotina para ampliarmos a assistência que prestamos às pessoas em situação de rua”, explica a coordenadora do Consultório na Rua de João Pessoa, Luana Alves.

A ampliação da assistência foi possível diante de uma atualização na portaria do programa Mais Médicos, que incluiu a atuação dos profissionais no Consultório na Rua. Um dos quatro médicos que passa a atender no Consultório na Rua é Lívia Rocha.  

“Já havia realizado trabalho voluntário como médica atendendo pessoas em situação de vulnerabilidade social na época da pandemia e me apaixonei por esse tipo de assistência. Quando foi lançado o edital do Mais Médicos específico para atuar na assistência às pessoas em situação de rua, eu me candidatei e fui aprovada. Hoje é meu primeiro dia e estou muito feliz, é muito bom trabalhar com o que você gosta. Chegar a uma equipe já estruturada e com profissionais que já estão bem entrosados e são apaixonados pelo que fazem, dá esperança que a gente vai conseguir fazer um bom trabalho juntos em prol dessa população que tanto precisa, de extrema vulnerabilidade e, muitas vezes esquecida”, conta a médica.  

As equipes multiprofissionais do Consultório na Rua desenvolvem ações integrais de saúde diante das necessidades da população que vive em situação de rua. Essas ações acontecem de forma itinerante e, em parceria, com as unidades de saúde da família (USFs) de cada território.  

“É sempre importante lembrar que realizamos atendimento para situações clínicas de dia a dia, que têm perfil de atendimentos em unidades de saúde, urgências são atendidas pelo Samu-JP e, outras situações, como atendimentos especializados são referenciados para especialistas dentro da rede municipal de saúde, porém, sempre estamos acompanhando esses usuários nesses atendimentos, fazemos a ponte entre eles e o outro serviço que será necessário. Levamos eles nas consultas, quando necessário, além de realizar atividades mais lúdicas para reforçar o vínculo entre eles e nós da equipe”, explica a coordenadora do serviço.  

Assistência – As equipes do Consultório na Rua realizam o cadastro das pessoas nos seus próprios locais de permanência. Após o cadastro, são feitos os agendamentos dos atendimentos de acordo com a necessidade de cada usuário. Atualmente, o serviço possui mais de 2.600 pessoas cadastradas e realiza 600 atendimentos por mês.  

Um desses usuários atendidos pelo serviço é o senhor Josimário Souza, que é acompanhado pelas equipes há mais de cinco anos. Para ele, a assistência recebida foi fundamental no decorrer dos anos. “Eles cuidam de mim há muitos anos, sempre preocupados e atenciosos, me trazem remédio, me levam ao médico quando preciso, fico esperando o dia que eles vêm e procuro seguir direito o que pedem, até como forma de retribuir o cuidado que recebo. Agora vamos ter médico direto, isso é bom demais e fiquei muito feliz”, relata.  

Para uma busca ainda mais ativa, os profissionais fazem o mapeamento do território e vão aos locais onde as pessoas se encontram para realizar os atendimentos e o acompanhamento dos usuários.  

Serviço – A população em geral também pode solicitar atendimento direcionado a alguma pessoa em situação de rua. Basta entrar em contato através do número (83) 3213-7622. O Consultório na Rua atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h.

  • Texto: Rebeka Paiva Edição: Felipe Silveira Fotografia: Cibelle Torres e Ivomar Gomes

  • Secretarias

    sms

  • Tags

    consultorio na rua equipes médicos Saude situação de rua