TV Cabo Branco vai iniciar geração do guia eleitoral para Eleições 2022


Compartilhe

O período para realização das convenções partidárias e de registros de candidaturas ainda não finalizou, mas a Justiça Eleitoral já se antecipa na organização da exibição do guia eleitoral para as Eleições 2022. Um evento preparatório foi realizado nesta terça-feira (26) com representantes das emissoras de Rádio e Televisão locais para tratar do assunto.

O encontro, realizado na sede do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), foi conduzido pela desembargadora Maria de Fátima Moraes Bezerra Cavalcanti Maranhão, vice-presidente e corregedora Regional Eleitoral da Paraíba.

Lá foi definido que o sorteio para definir ordem de veiculação da propaganda eleitoral, segundo o tempo destinado a cada coligação, federação ou partido político, será realizado no dia 19 de agosto, às 10h, no edifício-sede do TRE-PB.

A TV Cabo Branco, como em anos anteriores, será responsável pelo início da geração do guia eleitoral, que será retransmitido pelas outras cinco emissoras de TV do estado. Cada uma delas será responsável por uma fração durante o período de exibição da propaganda eleitoral, ficando as demais com a responsabilidade de retransmiti-las.

Em relação à geração do programa eleitoral gratuito no rádio, ficou acordado que a emissora Rádio Tabajara será geradora do conteúdo, tanto do primeiro quanto do segundo turno

Calendário

Antes do sorteio, partidos e candidatos terão que se submeter a alguns prazos importantes do calendário eleitoral para o pleito deste no. O mais próximo é o prazo limite para realização das convenções, que podem ocorrer até o dia 5 de agosto.

Veja também  Ex-prefeita de Conde não comprova gastos com obra e terá que devolver dinheiro ao município

Em seguida vem o prazo para as agremiações partidárias realizarem o registro de candidatura, até as 19 horas do dia 15 de agosto.

A partir daí, com a formação das coligações, das federações, os partidos políticos são colocados no Sistema Horário Eleitoral para sorteio e, a partir de 16 de agosto, toda propaganda legal passa a ser permitida.

No período de campanha será possível a realização de caminhada, passeata, carreata, distribuir santinhos, propagandas escritas, pedir voto ao eleitor, exceto a propaganda na Rádio e na TV, que só terá início no dia 26 de agosto.

Somente é permitida a propaganda eleitoral prevista na Resolução nº 23.610/2019.

Participação da imprensa

Para a corregedora Eleitoral, a participação da imprensa no processo é de suma importância. “Muito importante essa reunião com os órgãos de comunicação, com a imprensa da Paraíba, no sentido de que nós disciplinássemos sobre a geração dos programas, e as emissoras, entre si, fizeram a distribuição do horário, para que nós tenhamos um trabalho eficiente e colaborativo”

“Quero registrar que a imprensa se constitui um órgão importantíssimo em todas as eleições, sobretudo nessas eleições; pretendemos eleições de muita paz e de boas escolhas”, completou Fátima Bezerra.

O presidente da Rede Paraíba, empresário Eduardo Carlos, participou da reunião e enalteceu o trabalho da Justiça Eleitoral em assegurar um pleito dentro das regras democráticas, sobretudo na preocupação com o combate à fake news.

  • Eleições 2022
  • guia eleitoral
  • sorteio
  • tre-pb

Angélica Nunes

Jornalista formada pela UFPB, com bacharelado em Direito (Unipê). Atua na cobertura política no Jornal da Paraíba, na CBN e nas TVs Cabo Branco e Paraíba.

Laerte Cerqueira

Doutor em Comunicação (UFPE), professor do Mestrado em Jornalismo da UFPB. Autor do livro A Função Pedagógica do Telejornalismo (Insular, 2018). É repórter, editor e comentarista político das TVs Cabo Branco e Paraíba e CBN/PB.

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Leia também

Conversa Política

Promessa de João Azevêdo: governador não cumpriu 51% das promessas de campanha

O levantamento foi feito pelo g1 com base no programa de governo registrado no TSE, entrevistas e debates durante as Eleições 2018.

Conversa Política

Daniella confirma apoio do PSD a João após filho ser indicado a vice

Presidente estadual do partido, senadora ainda não tinha oficializado apoio à reeleição do governador.

Conversa Política

Lula transfere agenda em João Pessoa para Campina Grande

Ato do PT em defesa da sua candidatura à presidência mudou de local e data por questão de logística, afirma organização.

Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se na nossa newsletter

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.

      Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.