Novo post criado em 21 de Jul de 2022 as 01:18:08

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, prestigiou na manhã desta quarta-feira, 20, o lançamento do Projeto de Desenvolvimento Federativo na Paraíba, uma iniciativa da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). O evento foi realizado no auditório do Sebrae. Na Paraíba, participarão deste projeto Campina Grande (município-polo) e os municípios de Parari, Santo André, Cubati, Juazeirinho e Olivedos.

Além da participação do prefeito, constou na pauta do evento a apresentação do plano de ação dos parceiros institucionais (Ministérios do Desenvolvimento Regional, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e das Comunicações, Secretária de Assuntos Federativos, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, Agronordeste, DNOCS, Embrapa e Sebrae), interação entre prefeituras e instituições. Aconteceu, ainda, a assinatura de protocolos de intenções.

Uma das linhas de ação projeto é a capacitação para gestores públicos e empreendedores das cidades com indicadores sociais e econômicos mais frágeis na área de atuação da Sudene. A Sudene já iniciou, inclusive, algumas atividades previstas no projeto, como a ampliação da conectividade no território e o apoio a cadeias produtivas estratégicas.

O prefeito Bruno Cunha Lima, em sua saudação aos participantes do evento, destacou a importância da política de parcerias entre os municípios, Sudene e órgãos de desenvolvimento regional para a superação dos problemas regionais.

Ele garantiu que Campina Grande cumprirá mais uma vez o papel de líder regional e polo de desenvolvimento de vasta área do Estado.

“Fico feliz em saber que nós estamos aqui hoje reforçando esta integração regional de Campina Grande com os municípios vizinhos. Quero dizer que a nossa gestão acredita fortemente nas parcerias e troca de boas experiências, sobretudo neste mundo em que vivemos, totalmente conectados. Assim, quanto mais se compartilha, mais se ganha e quanto mais se divide, mais se tem. Diante disso, reitero a nossa disposição de cooperação. Campina é grande porque é de todos”, afirmou.

Após o pronunciamento do prefeito, houve a assinatura de protocolos de intenções visando a concretização das metas do projeto. Bruno foi o primeiro a assinar, vindo em seguida a prefeita de Juazeirinho, Anna Matias; o prefeito de Olivedos, José Leonardo; o prefeito de Parari, Genival Queiroz e a vice-prefeita de Santo André, Patrícia Oliveira.

Na companhia do prefeito, estiveram os secretários Renato Gadelha (Agricultura), Laryssa Almeida (Ciência e Tecnologia), Gilbran Asfora (Chefia de Gabinete), Alana Carvalho (presidente da Amde), Carlos Dunga (superintendente da STTP) e Soraya Brasileiro (Sine).

Critérios de escolha

Segundo o superintendente da Sudene, general Araújo Lima, as cidades foram contempladas a partir dos seus indicadores nas áreas de finanças, gestão e desempenho que balizaram a construção do ranking IGM/CFA (Índice de Governança Municipal). Esta ação mapeou a situação das administrações públicas na área da autarquia.

Outros fatores considerados foram o PIB per capita baixo e população até 20 mil habitantes. Foi escolhido ainda um município-polo da rede da estratégia territorial de implementação do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE). Os arranjos criaram as “células de desenvolvimento federativo”.

O superintendente destacou, neste contexto, o papel fundamental de Campina Grande para o desenvolvimento regional, elogiando as ações em curso para a integração da área polarizada pela Rainha da Borborema.

Força-tarefa

Conforme o superintendente, a Sudene também reúne instituições a fim de montar uma força-tarefa para oferecer capacitações nas áreas de gestão e elaboração de projetos, além de articulação e apoio de ações voltadas ao agronegócio, finanças públicas, conectividade, comercialização e exportação de serviços.

Codecom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.