Novo post criado em 26 de Jun de 2022 as 14:31:50

O projeto do prefeito Bruno Cunha Lima de incluir o tema quadrilha junina no conteúdo didático da rede municipal de Campina Grande foi abordado em matéria exibida neste sábado, 26, no telejornal SBT Brasil, do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT). A proposta do prefeito é de que a experiência já se torne realidade a partir de 2023. Em reportagem especial de Fernanda Trigueiro, a novidade foi tratada como uma iniciativa importante para se preservar a tradição nas novas gerações.

imagem26-06-2022-14-06-52 imagem26-06-2022-14-06-53 imagem26-06-2022-14-06-55

Segundo a reportagem – que contou ainda com apoio do câmera Ivan Cláudio e do assistente Vanderley Ferreira – Campina Grande hoje conta, entre quadrilhas escolares e grupos profissionais, com cerca de 400 agremiações que se apresentam durante o período junino. As apresentações profissionais de quadrilhas no Parque do Povo já se tornaram atrativos turísticos da cidade d’O Maior São João do Mundo.

A reportegem do SBT Brasil destacou o zelo e a intensa dedicação de estudantes, seus familiares e educadores para manter viva esta importante tradição regional. Em Campina Grande, quadrilha junina é alvo de estudos e constitui fator fundamental para a formação e preservação da identidade cultural de sequenciadas gerações.

Ouvida pela reportagem, a secretária municipal de Cultura, Gisele Sampaio, destacou que a iniciativa do prefeito Bruno Cunha Lima é fundamental para a manutenção desta tradição. A secretária, inclusive, destacou vários aspectos interessantes relacionados ao tema.

“A quadrilha junina não é dança, é folguedo. A diferença é que o folguedo é uma brincadeira. Então, brinca-se a quadrilha junina. Mas é preciso ressaltar que quadrilha junina é coisa séria e em Campina Grande ela é estudada, pesquisada, desde as escolas públicas municipais até às instituições de ensino superior”, explicou Gisele.

Também foram ouvidas crianças participantes de quadrilhas, que revelaram a sua paixão e a sua empolgação em participar deste folguedo. A professora e quadrilheira Laura Mendes celebrou o fato Dr que, em Campina Grande, os participantes das quadrilhas substituem o lazer apenas com recursos tecnológicos, pois a dança, a música e som preenchem totalmente a alma das crianças. “Por isso, elas fazem questão de participar”, atestou a educadora.

Em Campina Grande, neste ano, a Prefeitura apoiou financeiramente com R$ 320 mil as quadrilhas juninas, que tiveram participação histórica num campeonato estadual com outras agremiações.

Codecom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.