Vigilância Sanitária alerta para os cuidados ao comprar ou consumir comidas de milho

Festas juninas

Vigilância Sanitária alerta para os cuidados ao comprar ou consumir comidas de milho

02/06/2022 | 07:00 | 37

imagem02-06-2022-10-06-57

Com a chegada das festas juninas, as pessoas começam a consumir mais pratos típicos da região Nordeste, em especial as comidas derivadas de milho, mais presentes no comércio alimentício neste período. Porém, é importante ter alguns cuidados no momento de comprar e comer esses alimentos. Por isso, a Vigilância Sanitária de João Pessoa orienta a população sobre como evitar o consumo de comida estragada.

De acordo com Nicole Agra, engenheira de alimentos da Vigilância Sanitária de João Pessoa, antes de comprar comida de milho, em qualquer local, deve-se prestar atenção às características do produto. “Observar cor, textura, odor e aparência no geral, além da data de validade, pois é obrigatório constar essa informação para o consumidor”, explicou.

A engenheira de alimentos também destaca alguns cuidados específicos na hora da compra do milho. “Nas espigas de milho, especificamente, é importante observar se tem pontos de mofo e, caso tenha, não comprar”, alertou. Ela ainda alertou sobre o milho cozido vendido nas ruas e a água em que é preparado. “A temperatura da água deve estar acima de 60°C. Estando nessas condições, não será prejudicial ao milho. No entanto, se não estiver nessas condições, o máximo que o alimento pode ficar para ser consumido sem risco é seis horas”, ressaltou.

O armazenamento dos alimentos também deve ser adequado para não prejudicar a qualidade da comida. “O milho deve ser armazenado em local fresco e seco. Já produtos como canjica, pamonha e manguzá devem ser mantidos em refrigeração”, afirmou Nicole Agra.

Por fim, a profissional orientou que, independente da data de validade do alimento, é fundamental avaliar as características organolépticas do produto, como cor, odor, aparência e textura. “Pois essas características só serão mantidas se as condições de armazenamento no local de venda forem adequadas”, concluiu.  

Fiscalizações – A Vigilância Sanitária de João Pessoa realiza fiscalizações periódicas nos estabelecimentos de comércio de produtos alimentícios, especialmente em período festivo, observando as áreas externa e interna dos locais, armazenamento e manipulação dos alimentos, além da higiene dos trabalhadores e do ambiente. Durante as visitas, os inspetores também orientam os funcionários do estabelecimento sobre o acondicionamento, manuseio e preparo dos alimentos.

Disque Denúncia – Se o cliente perceber algum tipo de irregularidade no estabelecimento deve entrar em contato com a Vigilância Sanitária através do Disque Denúncia. Os telefones são 0800-281-4020 ou 3214-7956. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Atendimento médico – Em caso de infecção por algum alimento contaminado, o cidadão pode ser atendido em uma das quatro unidades de pronto atendimento da Capital (UPA Oceania, UPA Valentina, UPA Cruz das Armas e UPA Bancários), que atendem casos de urgência e emergência 24 horas por dia.

  • Texto: Thibério Rodrigues Edição: Cristina Cavalcante Fotografia: Dayse Euzébio – Arquivo/SECOM

  • Secretarias

    sms

  • Tags

    alimento comida de milho cuidados festas juninas milho saúde SMS vigilância sanitária

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.