Serviço de Atenção Domiciliar realiza treinamento sobre alteração de deglutição

Capacitação

Serviço de Atenção Domiciliar realiza treinamento sobre alteração de deglutição

17/05/2022 | 14:00 | 33

O Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) da Prefeitura de João Pessoa realizou, nesta terça-feira (17), uma oficina sobre alteração de deglutição para os residentes de Fonoaudiologia da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e alunos dos cursos de Fonoaudiologia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Centro Universitário de João Pessoa (Unipê).

imagem17-05-2022-17-05-07

De acordo com a coordenadora do SAD, Gilanne Ferreira, a capacitação tem a finalidade de preparar os profissionais para os primeiros passos, fluxos de atendimento e orientações aos pacientes e cuidadores sobre do tema. “Além da integração desses profissionais na Rede de Atenção à Saúde, eles estarão mais preparados para agir quando um paciente broncoaspirar ou apresentar alguma alteração ou transtorno de deglutição como secundário da patologia principal”, destacou.

Durante a oficina serão abordados pontos acerca da Gastrostomia (GTT) e do procedimento de retirada e desmame de Sonda Nasoenteral (SNE) e Sonda Nasogástrica (SNG) na Atenção Domiciliar. O treinamento será ministrado por fonoaudiólogas e nutricionistas do SAD. “Todo mundo já teve a sensação de o alimento ‘entrar pelo lugar errado’. Quando a comida ou bebida entra na traqueia ao invés do esôfago, pode acontecer a broncoaspiração”, exemplificou Simone Lins, fonoaudióloga do SAD.

“Quando a pessoa não apresenta uma tosse eficaz, capaz de limpar essa via, e o líquido, alimento ou secreção que penetrou na via aérea acaba entrando na área de pulmão, ocorre a broncoaspiração”, complementou Denilma Alves, também fonoaudióloga do serviço.

SAD – O Serviço de Atenção Domiciliar integra o Programa Melhor em Casa, do Ministério da Saúde, e tem a finalidade de trabalhar a desospitalização, diminuindo o tempo de permanência nos hospitais e nas unidades de pronto atendimento, por meio de um cuidado integral e humanizado no ambiente domiciliar. Ou seja, atende pacientes que podem receber alta do hospital, porém necessitam da continuidade dos cuidados em casa.

Para prestar assistência a seus usuários, o SAD conta com aproximadamente 80 pessoas, distribuídas em sete equipes multiprofissionais de atenção domiciliar (médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeutas) e três equipes de apoio (nutricionistas, fonoaudiólogos, assistentes sociais, psicólogos e farmacêuticos).

  • Texto: Thibério Rodrigues Edição: Andrea Alves Fotografia: SMS/Divulgação

  • Secretarias

    sms

  • Tags

    alteração de deglutição capacitação Rede de Atenção à Saúde residentes de Fonoaudiologia saúde Serviço de Atenção Domiciliar SMS Treinamento ufpb Unipê

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.